APRESENTAÇÃO

logo_35_anos_UEMA_jpg

 

 

Coordenador do PROQUALIT

Prof. Dr. Tiago Massi Ferraz

proqualit.uema@gmail.com


             A Pós-Graduação Stricto sensu da UEMA inicia-se em 1996 com a implantação do Mestrado em Agroecologia. Em 2006, foi implantado o Mestrado em Ciências Veterinárias, que, posteriormente, passou a ser denominado Ciência Animal.

            A expansão da pós-graduação ocorreu a partir de 2010. Atualmente, a UEMA tem 13 mestrados, sendo: 9 acadêmicos (Agroecologia; Agricultura e Ambiente; Biodiversidade Ambiente e Saúde; Cartografia Social e Política da Amazônia; Ciência Animal; Desenvolvimento Socioespacial e Regional; Geografia, Natureza e Dinâmica do Espaço; Letras; e Recursos Aquáticos e Pesca; 4 profissionais (Engenharia da Computação e Sistemas; Defesa Sanitária Animal; História, Ensino e Narrativas; e Mestrado Profissional em Rede Nacional – PROFMAT. Conta ainda com 2 doutorados: Agroecologia e Rede de Biodiversidade e Biotecnologia da Amazônia Legal – BIONORTE).

           Entre os programas de pós-graduação, dois estão instalados no interior do Estado (Agricultura e Ambiente – em Balsas e Biodiversidade, Ambiente e Saúde – em Caxias), o que ressalta para a necessidade de interiorização da pesquisa e da pós-graduação, considerando a demanda existente e a capilaridade da UEMA em todo o Estado do Maranhão.

            Desde a implantação dos cursos de pós-graduação, 435 discentes já foram titulados e, atualmente, 387 estão regularmente matriculados. (Dados de outubro de 2017).

           A expansão dos cursos de pós-graduação deveu-se, dentre outros fatores, à política de capacitação docente. Hoje a UEMA conta com cerca de 300 doutores em seu quadro docente efetivo.

           Uma consequência do aumento do número de doutores na UEMA diz respeito ao crescimento dos grupos de pesquisa. Existem 99 grupos de pesquisa certificados no Diretório de Grupos do CNPq, que abrangem todas as áreas do conhecimento. No tocante à captação de recursos, houve um aumento significativo de docentes da UEMA com aprovação de projetos em agências de fomento à pesquisa, o que possibilitou a aquisição de itens de custeio e capital para o desenvolvimento das atividades de pesquisa, orientações de discentes da pós-graduação e da iniciação científica, culminando com crescente aumento da produção científica qualificada.

        Com vistas ao avanço tanto quantitativo quanto qualitativo da pós-graduação, foi criado o Programa de Qualidade Total para os cursos de Pós-Graduação-UEMA, pela Resolução nº 899/2015 – CONSUN/UEMA, que articulou um conjunto de ações de apoio, acompanhamento e avaliação, tendo em vista a consolidação e a expansão da pós-graduação Stricto sensu na Universidade Estadual do Maranhão. O apoio institucional pode ser exemplificado, pelo pagamento de valor anual aos Programas, para despesas de custeio e capital, conforme Portaria Normativa 09/2017 GR/UEMA e por outras ações, abaixo descritas:

  1. - Pagamento de passagens e diárias para apresentação de trabalhos em eventos nacionais e internacionais, conforme Resolução 178/2015 CAD/UEMA;
  2. - Pagamento por publicação de artigos Qualis A1 a B3 na área de avaliação do Programa, além de livros e capítulos de livros, conforme Resolução 1123/2015 CEPE/UEMA;
  3. - Pagamento de tradução de artigos científicos, conforme Resolução 1123/2015 CEPE/UEMA;
  4. - Pagamento de Bolsa Produtividade em Pesquisa da Universidade Estadual do Maranhão, conforme Resolução nº 1136/2015 CEPE/UEMA;
  5. - Pagamento de Bolsas de Fixação de Doutor, conforme Resolução nº 211/2016 CAD/UEMA;
  6. - Pagamento de Bolsa Pesquisador Sênior para atração de doutores, conforme Resolução nº 1262/2017 CEPE/UEMA;
  7. - Pagamento de Bolsa Técnico de Nível Superior para os laboratórios vinculados a programas de pós-graduação, conforme Resolução nº 1242/2017 CEPE/UEMA.

Apresentação1